Adoçantes podem te levar a engordar ao invés de emagrecer?

Muitas pessoas utilizam adoçantes para emagrecer, mas será que essa é mesmo uma boa estratégia? Ou será que adoçantes podem te levar ao engordar ao invés de emagrecer? A resposta é simples, adoçantes por si só não engordam mas podem contribuir para o ganho de peso, isso porque a sensação doce diante da falta de glicose pode “enganar” o organismo e causar um efeito contrário ao esperado. Além disso eles podem causar outros prejuízos a saúde.

Mas os adoçantes são mocinhos ou vilões?

Infelizmente os adoçantes podem ser mais vilões do que mocinhos, isso porque eles podem te levar a engordar e até mesmo podem aumentar as chances de desenvolver diabetes do tipo 2.

Foi o que concluiu uma ampla revisão de estudos feita por pesquisadores da Universidade do Sul da Austrália. A revisão analisou diversas pesquisas, entre elas um estudo americano que acompanhou 5.158 adultos por sete anos. Após analisá-lo eles descobriram que os indivíduos que ingeriram adoçantes artificiais com mais frequência engordaram mais do que quem não faz o uso do mesmo.

Isso porque as pessoas que ingeriam adoçantes tinham uma tendência a comer mais. Primeiro que pelo fato de esse tipo de alimento não conter açúcar pode levar a pessoa a acreditar que esses alimentos poderiam ser consumidos em maior volume, com isso o indivíduo pode consumir mais do que deveria e muitas vezes esses alimentos contém outros tipos de carboidratos, gorduras e outras substancias que além de engordar são prejudiciais a saúde.

O segundo fato é que o sabor doce pode causar uma ilusão para o organismo de que ele irá receber glicose, quando isso não acontece o corpo dispara uma sensação de fome fazendo com que o indivíduo coma mais.

Além de tudo isso os adoçantes ainda têm uma influência negativa sobre a microbiota intestinal, o que também faz com que o indivíduo engorde, já que uma microbiota intestinal equilibrada é imprescindível para um bom funcionamento do metabolismo e das funções fisiológicas como por exemplo o transito intestinal.

Existem adoçantes melhores do que os outros?

Todos os tipos de adoçantes tendem a causar prejuízos à saúde. Porém alguns podem ser piores do que outros. Isso porque os que contém substâncias sintéticas como no caso dos adoçantes com sacarina, aspartame e principalmente o ciclamato de sódio por exemplo tendem a ser tóxicos para o organismos e até mesmo cancerígenos quando ingeridos com frequência e em grandes quantidades. Além disso eles contém grandes quantidades de sódio.

Por isso se você é daqueles super controlados que não cedem a fome e prefere fazer o uso do adoçante ao invés do açúcar, prefira as versões naturais como por exemplo stevia e xilitol, mas com moderação.

O que é melhor, consumir açúcar ou adoçante?

Uma coisa é fato, se você não é um diabético o ideal mesmo não fazer uso de adoçantes, na verdade nem mesmo diabéticos precisam de adoçantes, mas eliminá-los totalmente em seu caso é um pouco mais complicado.

Em um cenário ideal o sabor doce contido nas frutas por exemplo deveria ser mais do que o suficiente, e algumas bebidas como o café e sucos podem ser consumidas sem ser adoçadas, tudo é questão de costume.

Mas se você não abre mão de alimentos adoçados o segredo está na moderação. Embora não seja nutricionalmente benéfico o açúcar não precisa ser totalmente excluído da alimentação, mas é importante que seja usado de forma mais esporádica e em menores quantidades.

Caso você seja diabético, e claro diabéticos não podem consumir açúcar, a melhor forma de consumir os adoçantes é dar preferência aos naturais e utilizá-los em menor frequência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.